Ir para o conteúdo

Andre Vieira

Tela cheia

Blog

3 de Abril de 2011, 21:00 , por Desconhecido - | No one following this article yet.

1.600 Palestinos en las cárceles israelíes continúan su huelga de hambre

23 de Abril de 2012, 21:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Riyad Mansour: "1.600 Palestinos en las cárceles israelíes continúan su huelga de hambre"
24/04/2012 08:00

El representante de la Autoridad Nacional Palestina ante la ONU, Riyad Mansour, anunció el lunes que más de 1.600 presos palestinos continúan con su huelga de hambre, iniciada el 17 de abril, en el Día de Prisionero Palestino, en protesta por los arrestos ilegales y la negación de sus derechos en las cárceles israelíes.

Mansour, en una conferencia de prensa al margen de una sesión del Consejo de Seguridad de la ONU, dedicada al tema palestino, criticó al régimen de Israel por continuar violando los derechos humanos de los palestinos y solicitó la firme reacción de este organismo internacional ante los abusos de las autoridades israelíes.

El funcionario palestino ante la ONU, refiriéndose a la continua agresión de las fuerzas del régimen israelí contra el pueblo indefenso palestino destacó que no se solucionará y no habrá ninguna esperanza, a no ser que se tome una decisión política precisa.

Añadió que la construcción de los asentamientos del régimen israelís en tierras ocupadas, contraviene cualquier derecho internacional, ya que expulsa a los palestinos de las tierras heredadas por sus ancestros.

Mansour aseguró que después del canje de prisioneros cerca de dos mil palestinos han sido detenidos, muchos de ellos prisioneros recién liberados.

Según los datos facilitados el pasado mes por el ministro palestino para Asuntos de los Prisioneros, Issa Qaraqe, al menos 4.600 prisioneros palestinos, entre ellos 180 menores de edad, unos 1.500 enfermos (18 de ellos con cáncer y otras enfermedades graves), 45 discapacitados y 124 llevan más de 20 años en distintas cárceles israelíes.

El régimen israelí sigue rechazando de manera reiterada las visitas de organismos internacionales a sus centros de detención.




O apoio a Fruet e o suicídio político do PT de Curitiba

16 de Abril de 2012, 21:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Antes de mergulhar na reflexão desse fenômeno, é preciso alertar os desavisados que o PT de Curitiba não decidiu nenhum apoio a Fruet (ex-PSDB). Não há sequer um vestígio de proposta formal de apoio a Fruet no PT. O que ocorreu no dia 15 de abril foi a eleição da chapa de delegados que votarão no Encontro Municipal, que vai decidir, finalmente, qual será o rumo do partido nas eleições.

As manchetes da imprensa (golpista), que dão como fato consumado o apoio ao ex-tucano, de forma convenientemente imprecisa (e fundamentalmente incorreta), são sinais do estranho arranjo que se opera nos insondáveis bastidores da política curitibana.

Existe explicação para que o PT de Curitiba deixe de lançar candidato a prefeito no primeiro turno, tendo como pré-candidatos lideranças consolidadas e representativas, como os deputados Tadeu Veneri e Dr. Rosinha, para apoiar Gustavo Fruet do PDT, até ontem notório tucano e ferrenho opositor?

A proposta de aliança, de difícil compreensão, ainda que não decidida formalmente, vem sendo cozinhada em fogo brando, há um bom tempo, pelas correntes que dirigem o partido em Curitiba e nas esferas estaduais e municipais, sob o comando de importantes quadros nacionais, como os ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffman . Fruet deixou o PSDB quando o partido decidiu apoiar a reeleição do atual prefeito Luciano Ducci (PSB), e foi para o PDT já com a sinalização de um acordo com o PT para o lançamento de sua candidatura à prefeitura de Curitiba.

Só que tal aliança, perfeita nos cálculos da corrente majoritária, esbarraria, obviamente, nos critérios mais rigorosos que algumas correntes do PT, minoritárias, insistem em fazer observar, como o da coerência política e partidária. O debate eleitoral, requisitado por setores consideráveis do partido interessados na candidatura própria, foi taticamente despistado pela direção municipal ao longo de todo o ano de 2011. O objetivo era desestimular a movimentação interna para que o projeto de candidatura própria chegasse sem força aos momentos decisórios finais.

Dessa forma, o projeto de apoio a Gustavo Fruet, ainda que amplamente conhecido e divulgado pela imprensa, nunca foi formalmente apresentado ao PT de Curitiba.

Até mesmo nas eleições internas do dia 15, a maioria dos filiados votou numa chapa que propunha "uma aliança para mudar Curitiba com você". Não há um único vestígio de proposta de apoio formal a Fruet no PT de Curitiba!

E foram 43% os favoráveis a uma candidatura própria, tendo como pré-candidatos o deputado estadual Tadeu Veneri e o deputado federal Dr. Rosinha, ambos com grande prestígio junto à população, contra a forte pressão exercida pelos quadros nacionais e a maioria da direção municipal. 43% é quase metade do partido.

Terminada a contagem de votos, no outro dia, a grande imprensa, com a sutil e conveniente imprecisão que lhe é característica, divulga para os quatro ventos que o PT selou o apoio ao Fruet.

Lembremos: 1) não existe nenhuma proposta formal de apoio a Fruet no PT em Curitiba e 2) A decisão final do PT só ocorrerá no fim de abril, no Encontro Municipal do partido.

A estratégia do campo majoritário petista conta com a ajuda da imprensa golpista paranaense, que através da divulgação de pesquisas e matérias tendenciosas, além de desinformar, atua para incutir na opinião pública argumentos favoráveis à aliança.

Isso demonstra como tem sido a forma com que a proposta de apoio a Fruet vem sendo conduzida no PT de Curitiba: decidida previamente pela cúpula dirigente e empurrada goela abaixo dos militantes, com muitos truques de camuflagem.

Esse tipo de coisa só ocorre porque, para um partido que lidera o governo federal e tem representantes locais de peso no cenário político nacional, é bastante constrangedor explicar uma aliança como essa.

Caso confirmada a aliança, o que faria o eleitor de Curitiba diante das opções dadas – Luciano Ducci (PSB, apoiado pelo PSDB), Rafael Greca (PMDB), Ratinho Jr. (PSC/PCdoB!) e Gustavo Fruet (PDT-recém saído às lágrimas do PSDB/PT!)???? Não existe esquerda capaz de liderar um projeto em Curitiba? Vai sobrar para o PSOL e PSTU reivindicarem os espólios do PT?

Enfim, não é correto ter como fato consumado o apoio do PT a Fruet. Essa é a estratégia de quem quer fazer passar despercebida a aliança indigesta. A decisão final do PT só ocorrerá no Encontro Municipal dos dias 27 e 28 de abril, onde votarão os delegados eleitos no último dia 15.

Até lá, quem sabe, muitos possam perceber do suicídio político que representa essa aliança.




Lançamento do Fórum Paranaense de resgate da verdade, memória e justiça

11 de Abril de 2012, 21:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda




Abertas as inscrições para o III BlogProg

11 de Abril de 2012, 21:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Fonte: Barão de Itararé.

Agora está confirmado: O III Encontro Nacional de Blogueir@s ocorrerá em Salvador, Bahia, nos dias 25, 26 e 27 de maio. A estrutura do evento, que deve reunir cerca de 500 ativistas digitais de todo o país, já está quase toda montada. A comissão nacional organizadora do BlogProg tem realizado os últimos esforços para garantir alojamento e refeição para todos os participantes. A inscrição para encontro vai até o dia 11 de maio. O valor é de R$ 60,00 para os ciberativistas e de R$ 30,00 para estudantes.

Atenção: garanta sua vaga preenchendo o formulário ao final da página!

Para viabilizar a estrutura do evento, a comissão organizadora ficou responsável pelo contato com cerca de 40 entidades populares, sítios e publicações – os chamados “Amigos da Blogosfera”. A exemplo dos dois encontros anteriores, eles deverão contribuir financeiramente. Também estão sendo feitas articulações junto a instituições públicas e empresas para bancar o III BlogProg. Todos os apoiadores terão seus nomes divulgados na blogosfera e nas redes sociais, garantindo total transparência para o evento.

Quanto à programação, ela foi definida na reunião da comissão nacional no dia 24 de março. Os contatos já foram feitos, mas nem todos os convidados confirmaram a presença. O III BlogProg dará maior espaço para as oficinas autogestionadas – os interessados devem apresentar sugestões de temas e de debatedores até 4 de maio e ficam responsáveis pela iniciativa. Também haverá maior espaço para reuniões em grupo com o objetivo de intercambiar experiências, fazer o balanço das atividades no último período e traçar os próximos passos da blogosfera. Abaixo, a proposta de programação:

III Encontro Nacional de Blogueiros (BlogProg)

Salvador, Bahia – 25, 26 e 27 de maio de 2012

Programação

25 de maio, sexta-feira

15 horas – Início do credenciamento;

17 horas – Palestra inaugural: A luta de ideias no mundo contemporâneo

– Convidado: Michel Moore (diretor de cinema e escritor dos Estados Unidos)

19 horas – Ato político em defesa da blogosfera e da liberdade de expressão – Praça Castro Alves

- Convidados: Artistas, lideranças políticas e dos movimentos sociais;

26 de maio – sábado

9 horas – Nas redes e nas ruas pela liberdade de expressão e pela regulação da mídia

Convidados:

- Franklin Martins – ex-secretário da Secretária de Comunicação da Presidência da República;

- Emiliano José – integrante da Frente Parlamentar pelo Direito à Comunicação e pela Liberdade de Expressão;

- Gilberto Gil – ex-ministro da Cultura;

- Barbara Lopes – do movimento blogueiras feministas;

11 horas – A força das redes sociais no mundo

Convidados:

- Ignácio Ramonet – criador do Le Monde Diplomatique e autor do livro “A explosão do jornalismo”;

- Amy Goodman – fundadora do movimento Democracy Now e ativista do Ocupe Wall Street;

- Osvaldo Leon – Diretor da Agência Latino-Americana de Informação (Alai);

15 horas – Oficinas autogestionadas

(Os temas e conferencistas deverão ser propostos até 4 de maio; a organização das oficinas caberá exclusivamente aos seus proponentes);

17 horas – Apresentação e debate da proposta sobre a Associação de Apoio Jurídico à Blogosfera – Rodrigo Vianna e Rodrigo Sérvulo da Cunha;

19 horas – Lançamento oficial do Blogoosfero, Plataforma Livre e Segura para blogosfera e redes sociais

Responsáveis: Fundação Blogoosfero, Colivre, TIE-Brasil e Paraná Blogs

27 de maio – domingo

9 horas – Reuniões em grupo: balanço, troca de experiências e próximos passos da blogosfera;

12 horas – Plenária final: aprovação da Carta de Salvador, definição da sede do IV BlogProg e eleição da nova comissão nacional.




Indignação: Governador Beto Richa desmonta TV e rádio públicas. SINDIJOR-PR

8 de Abril de 2012, 21:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Nesta quarta-feira (4), mais 25 trabalhadores da E-Paraná (nome
fantasia para a Rádio e Televisão Educativa do Paraná) foram demitidos
pela gestão do governador Beto Richa (PSDB).

Desde o início de 2011, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do
Paraná (Sindijor-PR) tenta, em vão, dialogar com o governo Beto Richa.
O sindicato foi por quatro vezes até o secretário Marcelo Cattani
(Comunicação Social), para tentar resolver essa questão.

O Sindijor-PR exige que o governo do Paraná assuma sua
responsabilidade e promova concurso público para ocupar as vagas
(cerca de 150) de jornalistas para atuar em ambas as emissoras
públicas do Paraná.

O último concurso que contratou pessoal para a RTVE aconteceu ainda no
século XX –lá se vão mais de vinte anos. É impossível haver uma
comunicação pública de qualidade sem que haja um quadro de
profissionais equivalente a tamanha responsabilidade.

Ao invés disso, o secretário, e, por extensão, o governador, adotaram
uma série de práticas no mínimo questionáveis como, por exemplo: 1)
Demitiram quem tinha o nome supostamente ligado ao governo anterior;
2) Demitiram outros 40 trabalhadores ao romper um convênio entre RTVE
e a Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar), para
fornecimento de pessoal – a fundação da UFPR realizou teste seletivo e
forneceu a mão-de-obra especializada à emissora; 3) Recontrataram as
mesmas pessoas demitidas da Funpar pagando cachê.

Como pode o poder público agir com tal irresponsabilidade? O Sindicato
dos Jornalistas exige que seja aberto imediatamente um canal de
diálogo com o governo Beto Richa para que seja esclarecida a situação
na RTVE/E-Paraná e apresentado um calendário para a realização do
concurso público e preenchimento das vagas.

Um meio de comunicação complexo como uma emissora de televisão, ou
emissora de rádio, precisa de profissionais em grande número e
conhecimento técnico para cumprir sua função social. Meios como rádio
e TV precisam de jornalistas e radialistas para colocá-los no ar e
manter uma programação de qualidade.

Não à terceirização! Não à exploração dos trabalhadores via cachê! A
televisão e a rádio públicas do Paraná são patrimônio do povo, e o
Sindijor-PR exige que assim sejam tratadas. Com responsabilidade e
qualidade na gestão da coisa pública.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná
Gestão “Sindicato é uma questão de classe”




TVT

Registre uma url válida (Vimeo, Youtube, arquivo de vídeo)

TeleSurTV

Registre uma url válida (Vimeo, Youtube, arquivo de vídeo)

RT

HISPANTV

Registre uma url válida (Vimeo, Youtube, arquivo de vídeo)